A maior e mais importante jornada da vida é descobrir-se a si mesmo e tornar-se plenamente quem se é


A maior e mais importante jornada da vida é descobrir-se a si mesmo e tornar-se plenamente quem se é

Eu sou Musicoterapeuta (sim, isso é uma graduação) e fiz minha especialização em Arteterapia. Só um tempinho depois decidi encarar a segunda graduação, dessa vez em Psicologia.
No meio do caminho fiz alguns cursos paralelos sendo os mais importantes a formação em Biossíntese, a formação em Psicoterapia Corporal para crianças e adolescentes e a formação em Psicologia Analítica (Junguiana).

saiba mais

Eu sou Musicoterapeuta (sim, isso é uma graduação) e fiz minha especialização em Arteterapia. Só um tempinho depois decidi encarar a segunda graduação, dessa vez em Psicologia.
No meio do caminho fiz alguns cursos paralelos sendo os mais importantes a formação em Biossíntese, a formação em Psicoterapia Corporal para crianças e adolescentes e a formação em Psicologia Analítica (Junguiana).

saiba mais

 
  • Mônica Santana
    "Duda Dorea é uma profissional que se permite reinventar, recriar, ousar. Sempre com sensibilidade, criatividade e muita seriedade, promove ações que tocam e fazem sentido. O Travessia exalou amor, cuidado, delicadeza. Proporcionou momentos de parar, se ouvir e tentar organizar a caminhada. Um exercício prazeroso e gentil de auto-conhecimento, tendo o amparo e a escuta de uma profissional."
    Mônica Santana
    atriz e jornalista
  • Alessandra Pinheiro
    "A travessia para mim foi transformadora. Com a vida sempre corrida, meus desejos sempre estavam em segundo plano. Com a travessia, tinha que reservar todos os dias um momento para mim, para me escutar, para pensar no que queria. Os exercícios me ajudaram a ver coisas que me incomodavam há muito tempo sem que eu nem tivesse consciência disso. Vi o que queria mudar e o que eu adorava, me ajudou a acreditar que eu conseguiria alcançar o que queria e acreditando consegui ver as coisas se realizando. Tudo isso em 1 mês, muito rápido e transformador. Obrigada Duda por ter sido minha companheira nessa travessia :)"
    Alessandra Pinheiro
    gerente de TI
  • Gouramani Menezes
    "A Travessia foi um processo de descobertas e aprendizados sobre mim mesma, que me levou de um lugar meio perdido em diversas áreas da minha vida para um lugar de entendimento, amor próprio e confiança de que posso criar a minha realidade conforme os meus próprios desejos. Ter a companhia da Duda e das outras atravessantes foi essencial nesse processo!"
    Gouramani Menezes
    designer
  • Marina Brandão
    "Participar da Travessia com a Duda foi muito especial, foi uma linda oportunidade de enxergar com os olhos do coração. Olhar de maneira carinhosa para aquilo que eu via como desafio, como uma barreira. E aos poucos, a cada atividade, esses obstáculos iam sendo superados. Terminei a Travessia mais empoderada a seguir minha intuição e acreditando que nós temos um mundo inteiro dentro de nós, só precisamos olhar atentamente para ele. Gratidão, Duda! Pelo seu trabalho e por essa oportunidade riquíssima."
    Marina Brandão
    bordadeira e empreendedora criativa na O Passarinho Ateliê
  • Samira Parcero
    "A Travessia foi para mim uma grande oportunidade de dar uma parada, ainda que rapidinha, na vida que anda tão corrida para voltar o olhar para mim mesma. Foi uma experiência muito feliz por ter me ajudado a visualizar de maneira mais objetiva o lugar para onde eu quero ir e alguns aspectos de minha vida que precisavam ser reorganizados para alcançar meus objetivos. Recomendo!"
    Samira Parcero
    psicóloga e proprietária do Espaço 186
  • Taís Peyneau
    Recorri à Duda num momento de transição profissional: eu sabia que estava saindo de um lugar onde eu não gostava de estar, mas não tinha certeza de pra onde eu queria ir, embora tivesse lampejos de coisas que já me moviam lá atrás, no passado. O papo foi no sentido de buscar essa reconexão e investigar possibilidades a partir de afetos e intuições. Eu me senti tão acolhida, escutada, compreendida que posso dizer que, mais do que uma sessão terapêutica apenas, foi um momento de troca e de contato humano profundo, que me fez sentir muito bem, muito grata e fortalecida na minha busca.
    Taís Peyneau
    fotógrafa e jornalista
  • Mônica Santana
    "Duda Dorea é uma profissional que se permite reinventar, recriar, ousar. Sempre com sensibilidade, criatividade e muita seriedade, promove ações que tocam e fazem sentido. O Travessia exalou amor, cuidado, delicadeza. Proporcionou momentos de parar, se ouvir e tentar organizar a caminhada. Um exercício prazeroso e gentil de auto-conhecimento, tendo o amparo e a escuta de uma profissional."
    Mônica Santana
    atriz e jornalista
  • Alessandra Pinheiro
    "A travessia para mim foi transformadora. Com a vida sempre corrida, meus desejos sempre estavam em segundo plano. Com a travessia, tinha que reservar todos os dias um momento para mim, para me escutar, para pensar no que queria. Os exercícios me ajudaram a ver coisas que me incomodavam há muito tempo sem que eu nem tivesse consciência disso. Vi o que queria mudar e o que eu adorava, me ajudou a acreditar que eu conseguiria alcançar o que queria e acreditando consegui ver as coisas se realizando. Tudo isso em 1 mês, muito rápido e transformador. Obrigada Duda por ter sido minha companheira nessa travessia :)"
    Alessandra Pinheiro
    gerente de TI
  • Gouramani Menezes
    "A Travessia foi um processo de descobertas e aprendizados sobre mim mesma, que me levou de um lugar meio perdido em diversas áreas da minha vida para um lugar de entendimento, amor próprio e confiança de que posso criar a minha realidade conforme os meus próprios desejos. Ter a companhia da Duda e das outras atravessantes foi essencial nesse processo!"
    Gouramani Menezes
    designer
  • Marina Brandão
    "Participar da Travessia com a Duda foi muito especial, foi uma linda oportunidade de enxergar com os olhos do coração. Olhar de maneira carinhosa para aquilo que eu via como desafio, como uma barreira. E aos poucos, a cada atividade, esses obstáculos iam sendo superados. Terminei a Travessia mais empoderada a seguir minha intuição e acreditando que nós temos um mundo inteiro dentro de nós, só precisamos olhar atentamente para ele. Gratidão, Duda! Pelo seu trabalho e por essa oportunidade riquíssima."
    Marina Brandão
    bordadeira e empreendedora criativa na O Passarinho Ateliê
  • Samira Parcero
    "A Travessia foi para mim uma grande oportunidade de dar uma parada, ainda que rapidinha, na vida que anda tão corrida para voltar o olhar para mim mesma. Foi uma experiência muito feliz por ter me ajudado a visualizar de maneira mais objetiva o lugar para onde eu quero ir e alguns aspectos de minha vida que precisavam ser reorganizados para alcançar meus objetivos. Recomendo!"
    Samira Parcero
    psicóloga e proprietária do Espaço 186
  • Taís Peyneau
    Recorri à Duda num momento de transição profissional: eu sabia que estava saindo de um lugar onde eu não gostava de estar, mas não tinha certeza de pra onde eu queria ir, embora tivesse lampejos de coisas que já me moviam lá atrás, no passado. O papo foi no sentido de buscar essa reconexão e investigar possibilidades a partir de afetos e intuições. Eu me senti tão acolhida, escutada, compreendida que posso dizer que, mais do que uma sessão terapêutica apenas, foi um momento de troca e de contato humano profundo, que me fez sentir muito bem, muito grata e fortalecida na minha busca.
    Taís Peyneau
    fotógrafa e jornalista
20/10/2018

Quando mãe e filha são uma só – vídeo 11

Esse é o primeiro vídeo em que eu discordo de como a autora apresenta a sua teoria. Isso mesmo: tive a ousadia de falar como eu penso diferente e está tudo aí no vídeo. É só apertar o play.
19/10/2018

Reconectar-se com o feminino – vídeo 10

Na postagem anterior, eu falei sobre a escolha de fazer ou não a Jornada. Hoje, pensando sobre isso, eu fiquei com uma imagem na cabeça que é mais ou menos assim: Imagina que você está na praia, num dia de sol e calor, e aquele mar […]
18/10/2018

A iniciação – vídeo 9

Aqui chegamos na melhor parte da Jornada. Veja bem, eu disse a melhor parte, e não a mais fácil. Empreendeer uma jornada não é um caminho fácil. Fácil é escolher um hobbie e dizer que aquilo é a sua terapia. Há uma grande diferença entre algo […]