42 Outonos

Essa semana eu faço 42 anos.

42 outonos porque nasci bem no comecinho desta estação que tem sido a minha preferida nos últimos anos – mas hoje não vim aqui falar sobre isso.

Hoje vim dizer que cansei de viver em guerra.

E se tem uma coisa que aprendi nesse tempo que estou na terra é que passei tempo demais exausta em uma luta que nunca poderia vencer. E cada vez que acreditava que havia conquistado ao menos uma batalha, logo algo acontecia e eu voltava a perceber que a guerra não havia acabado.

Pois hoje estou levantando a bandeira branca, jogando a toalha e me retirando da guerra.

Meu ego cansou de tomar porrada e finalmente compreendeu que não manda, nunca mandou e jamais vai ter a palavra final em coisa alguma. Mas não é sem resistência que assume que quem manda nessa bagaça toda é a Alma.

A Alma, serena e compassiva, toma o ego pela mão e diz: vem comigo, podemos caminhar juntos. 

E eu que vivia exausta agora posso relaxar. Porque a Alma sabe o que está fazendo.

Acho que isso é o que chamam de maturidade.

Photo by Sweet Ice Cream Photography on Unsplash



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *