Linha do Tempo – #autoconhecimentonapratica

Já não lembro mais quando fiz esse exercício pela primeira vez, mas posso dizer, sem sombra de dúvidas, que perdi as contas dos momentos em que recorri à essa técnica.
Atualmente é uma técnica muito utilizada em processos de coaching e pode ser tão versátil e variada quando sua imaginação permitir. Tudo o que você precisa é deu uma papel e uma caneta e um tema ou obejtivo. Desde listar os pontos altos da sua hsistória até pensar em marcos no seu casamento ou na sua profissão, tudo pode ser base completar a sua linha do tempo.

Eu fiz uma escolha bem difícil dessa vez, de destacar os eventos que deixaram marcas profundas em mim. Precisei até repetir o exercício porque acabei mergulhando muito fundo e nem tudo que apareceu na minha linha do tempo estou preparada para abrir publicamente. A primeira versão vai direto para as mãos da minha analista e isso também é um grande aprendizado. Não é porque estou me propondo falar publicamente que preciso revelar mais do que posso sustentar.

Autoconhecimento é isso: reconhecer os próprios limites e dar os passos que conseguimos. Sem deixar de caminhar por medo, mas também sem dar passos que não estamos prontas para dar ainda.

Se você decidir testar esse técnica e quiser compartilhar comigo, podem me mandar por email. Mas se sentir que pode publicar, usa a #autoconhecimentonapratica e me marca lá com @dudadorea. Eu promento que vou lá comentar.

 

1 Comment

  1. Nara Oliveira disse:

    Como sempre muito lindo de ver e ouvir, Duda. Adorei a ideia de fazer minhas do tempo temáticas, dentro de assuntos específicos da vida, e mais ainda a outra linha com as estrelas, o que aprendemos TB com aquilo que deixou marcar e o que conseguimos fazer com elas e apesar delas. Me deu uma ótima ideia para um processo que tenho acompanhado. Gratidão. Ah sim, em breve vou tentar esse experimento e mostro pra você. Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *